(para Raul)

meu filho

o universo é vasto

amplo e grande

maior que teu abraço

e mais profundo

que esses teus olhinhos

de gemas cintilantes

 

 

as cem mil estrelas

e todos os planetas

satélites e cometas

a milhões de anos-luz

brilham mais que teu sorriso

 

 

este céu estival

guarda mais segredos

que a desordem íntima

do teu quarto de criança

 

 

lá fora

no universo

meu filho

há tantos nomes mais belos

e mais fortes que o teu

 

 

mas assim

tão pequeno

eu te venero

 

 

pedaço de mim

solto no espaço

minha ilusão futurista

dos filmes do passado

minha viagem cósmica

de raios e espaçonaves

meu vácuo

meu tudo

 

 

teu dedo que aponta

o céu infinito

pra mim um vazio

pra ti mais um brinquedo

 

 

estrela da manhã

brilha pequena

quando amanhece o teu dia

 

 

despertam os corpos celestes

que te cortejam

e um a um

te beijam

num desfile singular

deste universo que guardei pra ti.

 

Anúncios