Eu queria era ouvir tua boca a me falar besteiras. Quantos dias passarão até eu sentir o gosto de tua boca-suja. O cheiro amargo da tua boca. Teu hálito morno que vem me beijar sem juízo ou fé no meio de uma tarde perdida. Quanto tempo até saber a dor dos teus dentes batendo nos meus. O trincar dos dentes em tua mordida raivosa. Você retomando o fôlego após o beijo.

Você me beija virando a boca. Abaixa os olhos e resiste. Quer esconder de você, de mim, do lugar onde estamos. E depois escarra no meu rosto devolvendo com ódio e rancor a minha saliva. E me xinga. E troca meu nome com outro propósito. Finge que não me quer. Me chama de canalha e essas coisas. Teus lábios tremem ao falar verdades. Teus olhos me fuzilam. Você me olha com raiva. Você tem raiva porque me ama.

Anúncios