um universo repousa ao meu lado
quando é domingo
e te demoras na cama

teus olhos fechados escondem mundos
estrelas prontas a explodir

no vendaval cósmico de teus cabelos
nos teus seios
satélites perfeitos
nos teus braços-cometas
que percorrem a cama
buscando meu corpo ausente
em tuas pernas – minha via láctea – onde descansam
meus mundos perdidos
meus mundos desabitados
meus mundos desconhecidos

Anúncios